Aprenda a aumentar a durabilidade do seu carro

Existem muitos apaixonados por veículos, colecionadores, que não permitem que ninguém sequer encoste no seu patrimônio de quatro rodas. Porém, a maioria das pessoas utiliza seus automóveis no dia a adia sem muito cuidado, dirigindo de forma não recomendada e abastecendo o carro com qualquer tipo de combustível.

No entanto, pouca gente tem o privilégio de poder trocar de carro todo ano, geralmente os usuários acabam ficando com o mesmo carro por 4, 5 ou mais anos, principalmente se o cliente não possui alta renda e adquiriu um veículo usado. Então é preciso tomar muito cuidado para que seu meio de transporte não perca sua funcionalidade tão cedo, causando dores de cabeça desnecessárias.

cuidando do seu veículo

Ficar parado no meio do trânsito com o motor fundido não é uma situação muito agradável, ainda mais em um dia de chuva. Pense nisso, pense em sua família tendo que passar por essa situação no meio de uma viagem longa (sim, as viagens são o momento mais propício para o carro apresentar defeitos mecânicos).

Segue abaixo então alguns passos para melhorar a durabilidade do se veículo:

1) Não acelere demasiadamente cada troca de marcha. Aprenda a dosar a velocidade e utilizar o câmbio somente quando necessário, sem andar a 60 km em terceira marcha, por exemplo.

2) Preste atenção na qualidade do combustível que você abastece. Pare de olhar somente para o preço, a qualidade é importante também. Se seu carro é a gasolina, escolher apenas aditivada não resolve pois ela apenas aumenta a potência do carro, mas ainda contém impurezas. O teor de enxofre na gasolina é um dos principais requisitos a se levar em consideração. A gasolina Podium da Petrobras, por exemplo, possui baixo teor de enxofre.

3) Faça revisões periódicas no seu carro. Não deixe para realizar uma vistoria somente antes de uma grande viagem. Seu carro pode estragar a qualquer momento, é importante estar atento às suas condições. Uma revisão por ano é considerada adequada para quem não roda com o carro mais do que 15.000 km por ano.

4) Cuidado ao emprestar o carro para outras pessoas. Às vezes, por questões familiares, muitas pessoas acabam utilizando o mesmo carro. Então não adianta ter um ótimo cuidado ao dirigir e outra pessoa estar sendo descuidada com seu carro. Estabeleça regras e preste atenção na qualidade de cada componente ao receber o carro de volta.